Francesca e Faustina

Francesca e Faustina

Se non è vero, è ben trovato!

E não deve ser vero, mas atesta a que ponto o público de ópera está preparado para aceitar como absolutamente verosímeis rivalidades que se exprimem violentamente … em palco.

Atente-se em duas das maiores cantoras do século XVIII, em actividade antes do Real Teatro de São Carlos ter vindo ao mundo: Francesca Cuzzoni (1696-1778) e Faustina Bordoni (1697-1791). Soprano e meio-soprano, eterna rivalidade! Pois a rivalidade das duas tornou-se escandalosa quando, no decorrer de uma récita da ópera Astianatte de Bononcini ocorrida em Londres a 6 de Junho de 1727, as duas parece terem desatado à estalado, ao murro, ao ponta-pé. O escândalo magnificou-se por estar a assistir à récita a Princess Caroline. Segundo as crónicas da época “Hissing on one Side, and Clapping on the other” e — deliciosa prosa inglesa do século XVIII! — “other great indecencies“.

A imprensa rejubilou, panfletos satíricos brotaram, nasceram desenhos das duas mimando-se.

Inevitavelmente, modernas ivestigações parecem apontar para o facto de apenas os defensores das respectivas cantoras se terem engalfanhado, as duas tendo utilizado como armas apenas os sons.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *