Jorge e Mécia de Sena

Jorge e Mécia de Sena

Numa conversa que tive com Mécia de Sena, a viúva de Jorge de Sena, há uns anos na sua casa em Santa Bárbara, na Califórnia, ela contou-me algo que talvez interesse a quem goste de Literatura e do São Carlos.

 

A Música uniu-nos muitíssimo. Uma das primeiras coisas a que logo fomos juntos foi à Nona Sinfonia em São Carlos.

Ele não podia comprar bilhetes, coitado, mas era amigo dos Freitas Branco e portanto eles davam-lhe muitas vezes entradas. Para aquela ocasião, a pedido do meu marido, deram-lhe duas. De modo que ele me escreveu a dizer que se ia cantar a Nona Sinfonia, e que se eu quisesse, e como coincidia com os princípios das férias da Páscoa, era só ir um dia ou dois mais cedo para podermos ir.

Acontece que o tio onde eu costumava ficar vivia na Amadora. Como é que eu ia para a Amadora, depois? Poderia até nem ter comboio. A minha mãe então escreveu a D. Cecília Borba, que era a harpista da orquestra e de quem era muito amiga, a perguntar-lhe se ela se importava que eu ficasse em casa dela, pois morava no Bairro Alto, dizendo-lhe que eu queria ir assistir àquele concerto, mas que não tinha onde ficar. Ela disse logo que sim, claro. Então fui para casa da Dona Cecília Borba e à noite fui com ela, porque ela ia tocar na orquestra.

Depois, no intervalo, eu fui muito correctamente para o pé dela (ah! Ah! Ah!) e o meu marido veio logo ter comigo, mas, claro, eu fui para o pé dela. No fim saímos e o Jorge foi-nos levar até casa dela e eu no dia seguinte lá fui para casa do meu tio na Amadora. Aí víamo-nos de vez em quando, não é?

Depois fomos bastantes vezes a São Carlos, para concertos, óperas … bem, com bilhete poucas. Com eles, fui uma ou duas vezes com a minha mãe, que os ia comprar quando estava lá. Fora disso, ele não podia, não tinha dinheiro. Depois de casados também não tínhamos dinheiro, mas normalmente arranjávamos bilhetes através dos Freitas Branco. De modo que fui ver bastantes coisas, bastantes coisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *